Roncca

artistas 

1987

Campina Grande, Paraíba

 

Victor Ronccally é fotógrafo por ofício e tem seu trabalho calcado em registros espontâneos de sua trajetória pessoal. Seu conjunto de obras compreende um amplo escopo de temáticas, que abrangem paisagens naturais, esportes, ambientes urbanos, o universo da música e finalmente a figura humana. A prevalência do retrato revela o interesse do artista pela expressão da fisicalidade e fisionomia humanas, captadas sempre pelos entremeios de localidades e conjuntos culturais diversos.

Ao submeter-se a uma pluralidade de ambientes, Roncca constitui um corpo de trabalho que enfatiza ritos tanto sociais quanto culturais. Em seu extenso curso por entre os domínios da música e das práticas religiosas, o artista produz apontamentos sobre a riqueza e diversidade das atividades comunais do contemporâneo, num corpo de trabalho que parece sempre buscar a presença palpável do espírito humano. Registrando as marcas do tempo sobre a pele e o espaço, o artista evidencia, por meio da fotografia, a coexistência de diferentes épocas contidas no mesmo tempo presente.

O amplo vocabulário visual do artista compreende também características plásticas particulares. Retratos e práticas ritualísticas ganham, sob sua ótica, luzes e contrastes que operam como instrumentos de produção de uma realidade realçada. A tradição, o pitoresco e o catártico ganham relevo e estatuto solene através de suas lentes, que produzem ensaios visuais de elogio às potencialidades expressivas do homem em diferentes contextos.

A pesquisa despretensiosa de Roncca enaltece a ação e expressão humanas em seu estado puro – suas manifestações em relação ao conjunto social e seus ambientes. Seu trabalho parece buscar a reafirmação do quinhão nobre da natureza do homem, cristalizando os afetos, interações e condutas que representam a parte essencialmente humana de cada um de seus objetos.